domingo, 27 de setembro de 2009

Eu quero é ver gol!

video



Esta, sem dúvida foi a minha primeira paixão – começou cedo, numa fase difícil – tanto para mim quanto para o time, idos de 1993, quando as televisões não se interessavam tanto em transmitir outros campeonatos, que não os Estaduais e o Nacional, então se fazia necessário ouvir pelo rádio os jogos.

Tive liberdade total para escolher meu time, mas a identificação com o Corinthians, foi algo de pele. Gostava do slogan: “corintiano sofredor”; achava impressionante a forma como os estádios estavam sempre lotados e a torcida ensandecida mesmo com o time perdendo. E como eu sofri neste começo, mas mesmo assim não desistia, assistia e ouvia TODOS os programas esportivos diários em busca de notícias, comentários, explicações, entrevistas dos jogadores.
Já hoje, minhas buscas são outras, perdi o fervor inicial de outrora, mas mesmo assim continuo a acompanhar meu amado time, mesmo que de longe. Não sei a escalação completa, a colocação e a quantidade de pontos, mas não consigo ficar paciente diante da televisão quando passa um jogo seu.

E claro, fazendo um paralelo entre o time e a minha vida: sempre haverão cobranças – ganhando ou perdendo. As dificuldades para se chegar no ápice são imensas, para se manter, idem. Quando chega ao objetivo, cinco minutos depois já é hora de pensar no próximo.

Entretanto, o futebol já não me entorpece mais. Já a vida...

(Vídeo da comemoração da final da Copa do Brasil de 2009 - fecharam uma avenida aqui em Foz do Iguaçu: Internacional e Corinthians. Não é sempre que isso acontece - EU comemorando na rua, com direito a beber direto no gargalo, faltar em prova, bandeira enrolada no corpo e muita gritaria com meus colegas de trabalho - já finais de campeonato, isso nós estamos acostumados a disputar e ganhar, claro!)

Um comentário:

  1. Ahhhh!" É tão bom vê-lo mesmo que assim em um trecho simples de um vídeo tremido srsr
    Mas a paixão é o que importa ....o tenho como uma!!! Já o futebol nunca me atraiu, nem pela desculpa de torcer e torcer a caneca por um título ganho ....Mas o que importa é a paixão ...esse sentimento que nos faz subir aos céus ou topografar o inferno com ou sem a permissão ou simpatia do proprietário em questão e vice-versa!
    srs!"

    ResponderExcluir